IKEA – COMPRANDO MÓVEIS NO JAPÃO


Olá pessoal,
Fui visitar a famosa loja de móveis estilo “faça você mesmo” chamada Ikea. Claro, como japoneses adoram uma novidade, principalmente quando ela é importada, logo tornou-se a queridinha do ramo. Há algum tempo inaugurou uma unidade próxima de onde moro, mas como ouvia boatos de que o lugar é sempre muito cheio, nunca fui conferir. Também, não sou uma pessoa apaixonada por decoração (risos), mas estou à procura de uma escrivaninha para meu escritório, então resolvi dar uma espiadinha por lá.
O Ikea foi fundado em Älmhult, Suécia no ano de 1943 por Ingvar Kamprad quando tinha apenas 15 anos. Seu principal objetivo é oferecer aos seus clientes uma variedade de móveis à um baixo custo. Muitos produtos levam a marca própria da empresa, o que os torna ainda mais baratos. Existem 238 lojas em 34 países, a maioria se concentra na Europa e as demais nos EUA, Canadá, Ásia e Austrália. Em 2005 mais de 20 lojas foram inauguradas. O catálogo próprio, contendo cerca de doze mil produtos, tem uma tiragem de cerca de 175 milhões de cópias anuais e é disponibilizado gratuitamente aos clientes nas lojas ou pelo correio para o mundo todo.
Mas por que é tão barato? Primeiro, como é uma loja do segmento “faça você mesmo”, o próprio comprador monta seu móvel em casa, sem a necessidade de você ficar esperando ansiosamente um montador (as Casas Bahia ainda faz isso?) para ver sua linda compra ali, prontinha para usar. Outra característica é que o cliente escolhe seu produto no showroom montado na loja, anota o código em uma planilha (a planilha impressa, lápis e catálogo do showroom estão disponíveis aos clientes logo na entrada da loja), e depois, ele mesmo, retira o produto na prateleira, sem a necessidade de funcionários. 
Devo confessar que realmente têm coisas muito baratas comparadas aos valores aplicados em outros lugares do Japão. É muito fácil você sair de lá com a sacola cheia, principalmente com itens de decoração! Agora, resta saber sobre a qualidade e durabilidade, pois achei alguns itens bem fraquinhos. Claro que você não pode exigir uma super qualidade em um item barato, mas sei bem como é, nós compramos com os olhos, principalmente as mulheres, que ao ver aquele “precinho”, vai logo colocando na sacola sem ao menos avaliar bem o produto. 
Achei interessante a área com produtos em “ponta de estoque” onde os preços são ainda mais baratos e os coin lockersdisponibilizados aos clientes gratuitamente. Ah … e se você não for de carro e pretende pegar apenas itens pequenos, leve uma sacola.  
A loja ainda possui restaurante, área para lanches onde vendem cachorro quente (bem, aqui não é algo muito comum) e outras guloseimas à um preço bemmmm barato e ainda tem uma loja só com produtos da Suécia! Pára tudo que eu enlouqueci no chocolate, é claro! 
Produtos da Suécia!
Enfim, finalizando, gostei da loja, principalmente da comida (risos) porém, acho que faltou mais variedade de itens de decoração. Portanto, se você estiver procurando algo mais chique, exclusivo e diferenciado, recomendo outras lojas como a Tokyo Hands ou o Loft. E se eu achei minha escrivaninha lá … não =/

Ah …. existe um onibus gratuito que sai da estação Shin Yokohama. Mais informações sobre local do ponto e horário, clique aqui 

E você, já teve a oportunidade de visitar um Ikea? Deixe a sua opinião nos comentários!
Beijos
Thais Fioruci
Referências:
http://www.ikea.com/jp/en/
http://pt.wikipedia.org/wiki/IKEA

4 comentários em “IKEA – COMPRANDO MÓVEIS NO JAPÃO

  1. Thais, me chamo José Roberto e minha mulher Rosemary, vivemo em Lisboa, Portugal. Por aqui existem lojas IKEA e o povo português é simplesmente apaixonado por elas. As lojas fazem promoções, inclusive nos restaurantes, com preços imbatíveis no almoço e jantar durante certos dias da semana, ou seja, o cliente vai até a IKEA para comer barato e acaba comprando alguma coisa da loja. Os móveis e objetos não são muito resistentes, mas na maioria dos casos os preços são honestos.

    No final do ano vamos visitar novamente o Japão. Nós fomos no final do ano passado, adoramos e por esta razão vamos conhecer um pouco mais. O preço do bilhete aéreo de Portugal para o Japão é muito bom ( ida e volta por 500 Euros ). Pena que não falamos japonês, tivemos muita dificuldade em conversar em inglês com os japoneses. Nós gostaríamos de comer em diversos restaurantes mas em muitos fomos "rejeitados", simplesmente não conseguimos estabelecer uma conversa mínima com os funcionários…… Mas esta é a única parte ruim para nós do Japão, todo o resto é muito bom, por isso vamos voltar sempre. Vamos continuar seguindo o seu blogue. Abraços, José Roberto & Rosemary

  2. Olá José Roberto e Rosemary!

    Me senti muito honrada em receber um comentário de tão longe! Obrigada mesmo e fiquei muito feliz =)

    É realmente o que chama a atenção são os preços! Móveis aqui em lojas, digamos de marca, são caros e o Ikea chegou com uma forte concorrência. Pena que desistiram de abrir sua primeira loja no Brasil. Minha mãe iria adorar!

    Eu sempre digo que quem pisa no Japão uma vez sempre volta. Foi assim cmg e com todos que vieram visitar esse lindo país (o seu tb deve ser lindo, não é msm?).

    É, os japoneses ainda tem problemas com o idioma inglês, e msm aqueles que falam, ainda possuem uma dicção não muito favorável para nós. Sim, os restaurantes mais tradicionais, oferecem muitas dificuldades para os estrangeiros e até msm nós que moramos aqui, qdo o cardápio vem tudo escrito em kanjis, pedimos para o garçom ler para podermos entender kkk Agr, uma dica q dou, é ir em restaurantes com menu em inglês ou locais mais ocidentais digamos. Ah … menus com fotos tb ajuda kkk

    Bem, vou deixar meu email de contato aqui. Caso tenham alguma dúvida ou dificuldade, podem entrar em contato que terei o imenso prazer em ajudá-los! E não se esqueça das roupas de inverno hein!

    perdidanojapao@hotmail.com

    Abraços
    Thais Fioruci

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *