Miyajima

MIYAJIMA – UMA ILHA FASCINANTE!

Oie,
 
Um dos lugares mais fotografados do Japão! Acho que só perde para o Monte Fuji! Quem nunca viu a imagem desse torii gigante em meio à água? Sempre o via em calendários pendurados nas paredes daquelas lojas japonesas da Liberdade. Ficava lá admirando e pensando “será que esse lugar lindo existe mesmo?” E hoje estou aqui, realizando um sonho!
 
 
Pelas ruas de Miyajima
 
 
Miyajima (em japonês 宮島) é uma pequena ilha localizada a menos de uma hora de Hiroshima. Bastante procurada pelos turistas que querem ver o imenso portal vermelho que na maré alta fica submerso na água e acessível à pé quando a maré abaixa. É realmente fascinante. Pela manhã, a água fica próxima da encosta e parece ser super fundo. Mas, pela tarde, já quase anoitecendo, voltamos ao torii e cadê a água? Levamos um susto porque a maré baixou e podíamos caminhar até ele!  
 
 
Torii com a maré alta
Na maré baixa
Qual você prefere?
 
 
O Santuário de Itsukushima, logo atrás do portal, também foi construído sobre a água. O complexo consiste em vários edifícios, incluindo uma sala de oração, um salão principal e um teatro noh, que são ligados por passarelas e apoiados por pilares. Certamente, mais belo que esse edifício só uma cerimônia de casamento que estava acontecendo ali. Muitos turistas estavam mais interessados em tirar fotografias do casal, em seus trajes tradicionais, do que olhar o santuário. Claro que parei para uma fotinha, pois dizem que ver um casamento é sinal de sorte. Lenda, será?
 
 
Na maré baixa
Casamento tradicional japonês
 
 
E não é que tinha me esquecido dos veados selvagens que vivem na ilha! Eles são inofensivos, pois já se acostumaram com a presença das pessoas. Mas mesmo assim é bom tomar cuidado! Na verdade, acabam sendo umas das atrações, pois eles puxam pertences dos bolsos das pessoas e se você tiver andando com comida então, ele vai te acompanhar por todo o trajeto. Teve um, inclusive, que comeu a minha sacola! Estava eu carregando uma sacola dessas de papel, com alguns salgadinhos e pães. Coloquei a sacola em um banco e parei dois segundos para tirar uma foto. Quando olho para trás, ele estava com o focinho dentro da sacola! Mas que depressa puxei e ele agarrou a bendita. Resultado: a sacola rasgou e o bichinho ficou lá mastigando um pedaço de papel enquanto eu e os milhares de turistas ao meu redor rachavam de rir! 
 
 
Eles estão por toda a ilha!
 
 
Depois de visitar essas atrações, vale a pena subir o Monte Misen, 500 ​​metros acima do nível do mar, o pico mais alto da ilha. Em dias claros é possível ter uma vista privilegiada da ilha e de Hiroshima ao fundo. Para os mais preguiçosos (como eu), um teleférico leva até o alto, mas quem quiser pode subir a pé. O cume da montanha ainda fica mais 100 metros acima, cerca de um quilômetro de distância. Quem preferir, pode fazer o roteiro inverso, como nós, subimos de bondinho e descemos a pé. Haja fôlego, disposição e joelho! A maior parte da trilha é de escadarias bem antigas! 
 
 
Vista do alto do Monte Misen

 

Templo no final da descida
 
 
Acho que todo turista que visitar o Japão, precisa incluir Miyajima em seu roteiro. Uma dica que dou é ficar hospedado em Hiroshima, comprar o free pass que inclui o bondinho e o ferry boat, ir bem cedo e passar o dia na ilha. 
 
 
Espero que tenha gostado!
 
Beijos
Thais Fioruci
 
 
 
Referências:

12 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *