Comércios e ServiçosCuriosidades

MUJIN HANBAI – SERÁ QUE ESSA IDEIA FUNCIONARIA NO BRASIL?


Olá,
Logo que cheguei ao Japão, uma coisa me chamou muito a atenção: as Mujin Hanbai (em kanji se escreve assim 無人販売 e em hiragana むじんはんばい). São barracas simples, montadas sempre próximas de avenidas ou locais de bastante movimento, que vendem frutas, legumes e verduras frescas. Até ai nenhuma novidade. Mas, o fato curioso é que essas barraquinhas não têm atendentes! O cliente simplesmente escolhe sua mercadoria, verifica o valor e deposita o dinheiro no lugar indicado (pode ser um prato, uma bacia, uma caixa ou um cofrinho) e depois vai embora. 
Mujin Hanbai 

Os produtos com seus respectivos valores

Local onde deve ser colocado o dinheiro

Os donos são pequenos agricultores locais que deixam os produtos para venda pela manhã e no final da tarde, voltam para recolher o dinheiro. Alguns produzem apenas para consumo familiar e o excedente é colocado à venda. Outros, disponibilizam as mercadorias que são recusadas pelos grandes supermercados por não se adequarem ao padrão exigido.
Quem garante que a pessoa depositará o valor exato? Ou se ela pagará pelo o que levou? Ou mais, e se passar alguém ali e roubar as mercadorias! Era o que eu pensava. No entanto, conhecendo o povo japonês sei que isso não deve acontecer com frequência!
Em outros lugares, ao invés das tradicionais mujin hanbai, encontra-se essas máquinas de vendas. Talvez pelo produto ser mais frágil ou também para se precaver de pessoas desonestas. Claro que aqui também tem, como em qualquer outro lugar! Próximo de casa tem essa que vende ovos, mas já vi uma com verduras. Funciona como as outras, você deposita o dinheiro e abre a portinha para pegar o produto. Muito prático, não?

Máquina que vende ovos

E você, o que achou? Será que essas ideias funcionariam no Brasil? Deixe seu comentário!
Beijos
Thais Fioruci
Referências:

36 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *