Datas comemorativas

OSHOGATSU – ANO NOVO JAPONÊS

Olá pessoal,

Hoje vou dividir com vocês, um ritual que achei bastante interessante aqui no Japão …. os preparativos para o ano novo.

A preparação para o ano novo começa cedo no Japão, em meados de novembro. Primeiro, as pessoas fazem uma faxina geral em suas casas incluindo a troca de tatamis e até de papéis de parede. As empresas também convocam seus funcionários para realizarem a limpeza dos setores. Acredita-se que é preciso entrar no ano novo com tudo limpo para trazer sorte.

Feito a limpeza, colocam uma espécie de enfeite chamado kadomatsu na entrada. O kadomatsu é feito com ramos de pinheiro e bambu. Acredita-se que esse objeto espanta os maus espíritos além de servir como guia para o Deus do ano, levando prosperidade às residências. O pinheiro simboliza vida longa e o bambu força. Pelo que vi por aqui, os kadomatsu são mais comuns nas entradas de comércios. Nas casas, os japoneses costumam pendurar em suas portas um enfeite chamado shimekazari que possui o mesmo significado.
Kadomatsu

Kadomatsu

Kadomatsu
Shimekazari

Shimekazari
Shimekazari pendurado nos portões de uma obra

Uma comida especial chamada osechiryori é servida durante o ano novo. Os mercados ficam abarrotados e vendem principalmente os ingredientes para a preparação desse prato. Encontra-se também um bolinho de arroz chamado kagamimochi. Confesso que vi muitos desses nos mercados, mas não sabia o que era. Fui pesquisar e descobri que fazem parte da decoração de Ano Novo. Os japoneses compram, colocam nos altares budistas que possuem dentro de suas casas e depois comem no ano novo. Fiquei sabendo que comer mochi no ano novo traz sorte. Bem … como sorte nunca é demais, comi vários kkk
Logo depois de fazerem suas orações e pedidos, eles sobem a montanha mais próxima para admirarem o primeiro nascer do sol. Esse ritual é chamado de hatsu hinode. O lugar mais conhecido e visitado no Japão é Futamigaura na província de Mie. Bem próximo dali, fica o templo Ise Jingū, um dos mais antigos do país. À meia noite os sinos dos templos budistas anunciam a chegada do ano novo com 108 badaladas, representando os 108 pecados humanos de acordo com a crença budista.
No primeiro dia do ano, visitam os templos e santuários. No dia seguinte, tentam lembrar como foi o primeiro sonho do ano, ritual chamado de hatsuyume. Segundo a crença, o primeiro sonho pode prever como será o restante do ano. Se você sonhar com o Monte Fuji, falcão ou berinjela (isso mesmo berinjela….. que estranho!) quer dizer que seu ano será de muita sorte.
Os cartões de ano novo, chamados nengajo, não podem faltar. São enviados no começo do ano para amigos, familiares, professores, e geralmente trazem o animal que simbolizará o ano conforme o horóscopo chinês (2012 será regido pelo Dragão).
Outra coisa que achei interessante é o otoshidama, uma espécie de bom principio de ano. No começo do ano, as crianças recebem um envelope de seus familiares com uma quantia de dinheiro. Nessa época é possível encontrar nas lojas vários tipos de envelopes para colocar o otoshidama.
Envelopes para depositar o dinheiro do otoshidama

 
Bom é isso …. achei toda essa preparação muito bonita e ao mesmo tempo muito diferente do Brasil. O povo japonês é muito espirituoso e segue à risca suas crenças religiosas. Aqui não se viu festas de ano novo e fogos de artifício, pois eles estão mais preocupados em agradecer e reverenciar os deuses divinos, pedindo sorte e prosperidade no ano que começa.
Vale acrescentar que eu não sei tudo sobre os costumes japoneses, mas adoraria saber. Então se você sabe alguma outra curiosidade ou superstição que os japoneses têm em relação ao ano novo, comentem ou me mandem pelo email perdidanojapao@hotmail.com Vou ficar muito feliz 😀
No próximo post falarei sobre o Seijin No Hi, Dia Nacional da Maioridade, comemorado nesta segunda-feira, dia 09 de janeiro, no Japão.
Sayonara!
Até o próximo post!
Thais Fioruci

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *