CotidianoCuriosidadesTradição e cultura

LIXO NO JAPÃO – PROBLEMA OU SOLUÇÃO?


Olá,
Quando uma pessoa chega ao Japão, a primeira coisa que deve fazer é apresentar-se na prefeitura de sua cidade. Feito esse processo, após uns 30 dias, ela emitirá seu registro de residente. E para a minha surpresa, quando fui retirar o meu, “ganhei” muitos papéis, todos com tradução em português, que explicavam como é a vida cotidiana no Japão, como agir em casos de terremotos, como ter uma vida sociável com seus vizinhos japoneses e um guia de “Como separar e jogar o lixo e os recursos naturais recicláveis”. Como assim? Vou explicar como essa tarefa é bem diferente do que estamos acostumados no Brasil.
Em casa, a única coisa que podemos descartar na lixeira é o lixo orgânico com restos de comida. E não pense que é como fazemos no Brasil. Não podemos usar sacolinhas de supermercado, caixas de papelão, sacos pretos ou de cor escura. Se fizermos isso, o lixeiro não o levará, assim como, caso ele veja que tenha “algo” jogado inadequadamente. Temos que usar sacos transparentes ou semitransparentes (em algumas regiões a pessoa tem que comprar sacos exigidos pela prefeitura), amarrar bem e descartar no local (às vezes, existe uma única lixeira em um quarteirão imenso, ou seja, a pessoa tem andar um pouquinho até o local) somente nos dias de coleta.
Todo o restante do lixo deve ser reciclado. Cada região tem locais de coleta com dias da semana e horários específicos para o descarte. Onde eu moro, por exemplo, a coleta é feita sempre às quintas-feiras, a partir das 17h. Se alguém pegar você jogando lixo fora do local, dia e horário estipulado é multa. Nesse dia posso jogar resíduos de óleo comestível, garrafas pets, vidros (transparentes/escuros), revistas, papelão, latas de aço e alumínio, metais, eletrodomésticos de pequeno porte, caixas de leite, latas de spray, cds, lâmpadas fluorescentes, baterias e outros materiais sem valor como cerâmica, porcelana, produtos de vidro, espelhos e guarda-chuvas.
Agora, a parte chata. A pessoa deve separar o lixo por uma semana, prepará-lo (depois explico o que significa isso) e levá-lo ao local. Chegando lá, estão alocados vários cestos com placas especificando o que deve ser colocado em cada um. E, terá um fiscal verificando se está reciclando de maneira correta.
Cestos preparados para a coleta de lixo reciclado
O preparo do lixo para descarte deve ser feito da seguinte maneira:
  • No caso de papéis (revistas, jornais, caixas de papelão) não devem ser descartados em dias de chuva. Revistas e jornais devem ser empilhados e amarrados com aquelas cordinhas de vinil. Cadernos e folhas soltas devem ser colocados em uma sacola de papel;
 
  • Resíduo de óleo comestível: Colocar em uma garrafa PET com tampa de rosca;
  • Produtos de alumínio e aço como latinhas de refrigerante e cerveja: deve-se remover todo o liquido e lavar com água;
  • Eletrodomésticos de pequeno porte como panelas, guarda-chuvas, eletrodomésticos e itens de metal podem ser jogados também. Certamente, já ouviram falar que tem muita coisa boa no lixo do Japão. Isso é verdade. Sempre quando vamos descartar, achamos algo novo e de valor. Já vi muitas pessoas que pegam esses itens para revender. Mas, vale lembrar que apropriar-se de recursos recicláveis descartáveis implica em crime de roubo de acordo com o Código Penal Japonês.
  • Garrafas – Ficam separadas por: garrafas reutilizáveis (garrafas de 1,8 litros e garrafas de cerveja); garrafas transparentes (garrafas de vidro transparente e vidro fosco); Garrafas de cor marrom; demais garrafas (garrafa de outras cores tais como azul, preta e verde). A pessoa deve remover a tampa e colocar no local apropriado, exemplo, se for rolha, deixar no lixo incinerável, se for plástico no cesto de plástico, se for de aço, cesto de eletrodomésticos e itens de metal). Todas elas devem ser lavadas!
  • Embalagens de leite – Acho que é a mais chatinha. Temos que lavar, abrir e colocar para secar. Na hora de descarte, a separação é feita conforme a cor do interior da embalagem. Exemplo se for de cor prata ou marrom deve colocar na coleta de papel.
  • Latas de spray: Temos que furar para retirar o gás;
  • Garrafas pets: Deve-se retirar o rótulo e a tampa, lavá-las e depois amassá-las;
Expliquei apenas alguns itens, mas existem muitos outros tipos. O guia é quase uma monografia sobre reciclagem! E tem regiões do Japão que as regras são ainda mais rígidas! Os japoneses são tão exigentes em relação ao lixo que até colocam uma explicação para o descarte de galhos podados! E o mais impressionante, tem até o comprimento em que devem ser cortados! Só aqui mesmo!
Gravei um video para mostrar como é feita a coleta seletiva on de eu moro.
 
Agora, e quando o lixo é de grande porte? Temos que pagar para jogar! A pessoa deve levar em um ponto de coleta da prefeitura e pagar. Se a pessoa não tiver como levar, precisa contratar alguém para fazer o transporte ou solicitar a retirada na prefeitura. Tudo pago, é claro.
Agora, quando se trata de computadores, eletrodomésticos de grande porte, geladeiras, máquinas de lavar, aparelhos de ar condicionado, televisores? Deve solicitar ao ponto de venda que retire. Por exemplo, quando você compra uma geladeira nova, o vendedor perguntará se pretende descartar a antiga. Claro, cobram um pouquinho a mais, mas já resolvem esse problema.
E nas ruas? Não encontramos lixeiras e nem lixo espalhado pelo chão! Aliás, Tokyo é uma das cidades mais limpas do mundo. Bitucas de cigarro na calçada? Isso aqui é lenda! O ideal é fazer como os japoneses, carregar sempre uma sacolinha para colocar todo o seu lixo e jogar assim que tiver a sorte de encontrar uma lixeira! Geralmente, na frente de alguns kombinis (lojas de conveniência) ou em lojas de departamento, tem.  
Lixeiras na frente de um Kombini. Tudo deve ser separado!

Ao lado das máquinas de bebidas também tem lixeiras para o descarte dos seus produtos

Coleta de lixo reciclado na frente de um supermercado
Aqui, aprendemos que cada individuo é responsável pelo seu próprio lixo e acho uma maneira certa de pensar. Por mais que seja chato e complicado todo esse processo, principalmente para os brasileiros que não foram educados assim, é necessário para conservarmos o meio ambiente. Eu gostaria muito que o Brasil seguisse esse exemplo!
Agora me contem. Se você mora no Japão, como é feita a coleta de lixo na sua região? E se mora no Brasil, acredita que se o governo implantasse esse sistema, o brasileiro faria tudo isso?
Espero suas respostas!
Beijos
Thais Fioruci

40 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *