AventurasMonte Fuji

MONTE FUJI – ESCALANDO O FUJISAN!


Olá queridos,
Hoje não contarei uma experiência minha, e sim do meu marido que decidiu escalar o Monte Fuji nesse feriado de Obon. Dessa vez, não pude acompanhá-lo, devido aos meus problemas respiratórios.
O Monte Fuji (em japonês 富士山, Fujisan) é a montanha mais alta do Japão com 3.776 metros.Ainda é um vulcão ativo, sua última erupção foi em 1708. Fica na fronteira entre as prefeituras de Yamanashi e Shizuoka, abrangendo três pequenas cidades: Gotemba à leste, Fuji-Yoshida à norte e Fujinomiya à sudoeste. Em dias claros, pode ser visto de Tokyo e Yokohama. 
A temporada oficial de escalada acontece em Julho e Agosto. Durante estes dois meses, quando é verão no Japão, a montanha fica livre de neve, o clima é relativamente ameno, o acesso por transporte público é fácil e os abrigos na montanha estão abertos.
A escalada é dividida em dez estações, sendo a primeira ao pé da montanha e a décima no cume. O visitante deve subir de ônibus até a quinta estação, metade do caminho. Nessas paradas, o alpinista pode descansar, comer, beber, comprar lembrancinhas e utilizar os sanitários. Uma dica: leve dinheiro em espécie (não aceitam cartões de créditos), pois lá tudo tem que pagar, como a utilização dos sanitários (200 ienes), e o preço aumenta conforme a subida.  
Quinta estação
Se estiver muito cansado, o visitante pode dormir em um abrigo entre a estação 7 e 8. Uma pernoite custa cerca de 5.000 ienes, sem refeições e cerca de ¥ 7.000, com duas refeições.
A maioria das pessoas começa a subir no inicio da noite para chegar ao topo pela manhã e assim ver o nascer do sol do ponto mais alto do Japão. Além disso, as chances da montanha estar livre de nuvens é maior durante as primeiras horas da manhã.
De acordo com meu adorável esposo, a subida é muito cansativa e difícil. A trilha é íngreme e cheia de pedrinhas que dificultam o caminhar. Próximo do topo, as rajadas de vento ficam mais intensas e a temperatura fica em torno de 0º graus. A pessoa tem mais dificuldades para respirar, pode dar náuseas e dor de cabeça. Mas, é uma experiência única e certamente a vista vale a pena! 

Para quem pretende escalar, aqui vão algumas dicas do que se deve levar:

  • Dinheiro em espécie, não aceitam cartões de crédito;
  •  Tênis adequados para escalada;
  •  Capa de chuva;
  • Vista roupas adequadas para enfrentar o frio intenso no topo. Deve-se levar luvas, touca, cachecol, boné e óculos;
  • Lanterna, de preferência de cabeça;
  • Oxigênio em lata; 
  • Remédio para dor de cabeça;
  • Comida e água. Nas paradas, algumas lojinhas vendem refeições e bebidas, mas como falei, não são nada baratos.

Até mais,
Thais Fioruci

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *