MUJIN HANBAI – SERÁ QUE ESSA IDEIA FUNCIONARIA NO BRASIL?


Olá,
Logo que cheguei ao Japão, uma coisa me chamou muito a atenção: as Mujin Hanbai (em kanji se escreve assim 無人販売 e em hiragana むじんはんばい). São barracas simples, montadas sempre próximas de avenidas ou locais de bastante movimento, que vendem frutas, legumes e verduras frescas. Até ai nenhuma novidade. Mas, o fato curioso é que essas barraquinhas não têm atendentes! O cliente simplesmente escolhe sua mercadoria, verifica o valor e deposita o dinheiro no lugar indicado (pode ser um prato, uma bacia, uma caixa ou um cofrinho) e depois vai embora. 
Mujin Hanbai 

Os produtos com seus respectivos valores

Local onde deve ser colocado o dinheiro

Os donos são pequenos agricultores locais que deixam os produtos para venda pela manhã e no final da tarde, voltam para recolher o dinheiro. Alguns produzem apenas para consumo familiar e o excedente é colocado à venda. Outros, disponibilizam as mercadorias que são recusadas pelos grandes supermercados por não se adequarem ao padrão exigido.
Quem garante que a pessoa depositará o valor exato? Ou se ela pagará pelo o que levou? Ou mais, e se passar alguém ali e roubar as mercadorias! Era o que eu pensava. No entanto, conhecendo o povo japonês sei que isso não deve acontecer com frequência!
Em outros lugares, ao invés das tradicionais mujin hanbai, encontra-se essas máquinas de vendas. Talvez pelo produto ser mais frágil ou também para se precaver de pessoas desonestas. Claro que aqui também tem, como em qualquer outro lugar! Próximo de casa tem essa que vende ovos, mas já vi uma com verduras. Funciona como as outras, você deposita o dinheiro e abre a portinha para pegar o produto. Muito prático, não?

Máquina que vende ovos

E você, o que achou? Será que essas ideias funcionariam no Brasil? Deixe seu comentário!
Beijos
Thais Fioruci
Referências:

http://blog.suri-emu.co.jp/?p=8389

36 comentários em “MUJIN HANBAI – SERÁ QUE ESSA IDEIA FUNCIONARIA NO BRASIL?

  1. Talvez funcione daqui uns 600 anos, quando a educação for prioridade por aqui.Sabe,vejo tantas bizarrices, tantos furtos e muita gente só culpando os políticos…mas na verdade, somos iguais a eles, pois nós que os colocamos no poder.No Brasil, uma família típica acha que o carro é investimento, não dando importância para a educação dos filhos ou de si.

  2. tenho quase certeza que é inviável esse modo de comércio em qualquer lugar do brasil. as vending machines idem. segundo dados oficiais, furto e roubo são crimes patrimoniais que, infelizmente, mais se praticam no brasil.

  3. Olá Florzinha!

    Esse post tá dando o que falar nas redes sociais! E eu estou rindo demais com os comentários! Concordo com vc, e essa minha revolta foi um dos motivos que me levaram a sair do Brasil. Aqui é tanta honestidade que fico até boba. Uma vez perdi uma eco bag na rua, pensei, nem vou voltar para procurar pq não estará mais lá. No outro dia, passei por lá, e minha sacola estava no msm lugar, amarradinha para não voar no vento. Acredita?

    Beijos
    Thais Fioruci

  4. Vai Corinthians!!!

    Adorei seu nome "Corinthiano Honesto"! Olha, infelizmente, o Brasil está uma tristeza. Lembro que eu vivia em pânico em São Paulo de tanto que era assaltada. Era capaz de alguém me parar na rua, para pedir informação, e eu já ir passando o celular, a bolsa, a carteira.

    Abs
    Thais Fioruci

  5. Se alguém montar um mujin hanbai aqui no Brasil, com certeza, à tarde quando o dono voltar para pegar o dinheiro, não encontrara nem a barraca. He hehehe.
    O povo Japonês, é movido à educação, respeito ao próximo e honestidade.

  6. Olá!!

    Isso é um exemplo de edução, coisa que falta ao povo brasileiro. A começar pela educação que vem de casa…

    Acredito que não daria certo não. As pessoas aqui não respeitam umas as outras, imaginem então tentar respeitar isso? A consciência das pessoas não funciona por aqui. Várias pessoas iriam pegar e não iam deixar nada….

    É mais uma coisa que nós temos que aprender com os japoneses.

    Até mais

  7. Olá Raul!

    Rindo com o seu comentário! isso tenho que concordar com vc! É uma sociedade que foi criada para pensar sempre no coletivo, e nunca no individual. Acho que por isso eles tem uma força e uma organização tão grande!

    Abs
    Thais Fioruci

  8. Oie!

    Sim! É verdade Natália! É verdade, o povo brasileiro não tem um respeito mútuo e cada um pensa somente em si. É sempre aquela coisa de querer tirar vantagem em tudo e ser sempre o melhor que o outro. Aqui, todos os japoneses são criados para serem iguais. E sabe o que eu acho interessante. Aqui, lógico, também tem roubo, fraudes … mas qdo a policia descobre, o responsável vai na televisão pedir desculpas à sociedades e aos pais pela vergonha que ele causou (isso qdo não se mata de vergonha né). Agr, imagina se os políticos do Brasil fizessem isso …

    Bjokas
    Thais Fioruci

  9. Num país que se auto-denomina DEMOCRÁTICO mas o voto é OBRIGATÓRIO nas máquinas alimentadas com cartões de memória suspeitas (que um amigo presidente de mesa disse que ele tem que conferir se estão de fato zerados), onde os maus exemplos dos políticos imperam na maior cara de pau, onde a Tv (entenda-se Rede OOOOO) exibe péssimos exemplos em horário nobre, nada de bom pode se esperar. Esse tipo de Hanbai onde eu próprio cheguei a comprar quando morei no Japão (estranhando um pouco no início) só dará prejuízo aos agricultores, que ficarão sem os produtos, sem o dinheiro e até talvez, tenham suas barracas pichadas ou depredadas… Esse é o nosso Brasil, infelizmente…

  10. Olá Rafael!

    Sim, aqui é muito seguro. Posso sair qq hora da madrugada sem preocupação. E até mesmo em casos de terremotos, eles estão super preparados! Se acontecer em qq outro lugar do mundo, duvido que tenham o msm preparo e instrução dos japoneses!

    Obrigada por comentar!
    Thais Fioruci

  11. Olá Thais,
    estudei na UNIRIO por 5 anos e lá tem uma área que os alunos deixam fazem algo parecido, ele preparam quitutes e deixam uma caixinha. Aí, quando compram deixam o pgto na caixinha, alguma ficcam abertas, dando a possibilidade da gt pegar troco, mas a maioria fica bem lacrada. Esse sistema funciona há anos e só soube de um caso que sumiram com um pagto.
    Acho que os brasileiros ainda podem surpreender né?

    Abs
    Bianca

  12. Olá Bianca!

    Realmente surpreendente sua história. Claro, não podem generalizar o povo brasileiro. Existem muitas pessoas honestas, mas sempre existe aquele famoso "jeitinho" pra tudo. Acho que ainda existe uma esperança sim!

    Beijos
    Thais Fioruci

  13. Nunca que isso funcionaria aqui no Brasil, na verdade acho que não funcionaria em nem uma parte do mundo, muito menos nos Estados Unidos e no Brasil, isso só funciona no Japão mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *