CuriosidadesTradição e cultura

TERU TERU BOZO – O MONGE DO BOM TEMPO


Olá queridos,
Quando era criança, me lembro de fazer um sol de sal, pedindo por dias ensolarados, principalmente nos finais de semanas em que estava na praia. Crendices bobas de crianças! Mas, para minha surpresa, aqui no Japão existe uma “simpatia” parecida. É o teru teru bozo! Em japonês, “teru” significa sol e bozu“, monge budista, ou seja, Monge do Bom Tempo”.
O teru teru bozo (em japonês てるてる坊主) são bonecos (parecem os fantasmas que fazemos nas escolas) feitos de papel ou pano branco e pendurados do lado de fora das casas. Acredita-se que esse amuleto tem o poder de trazer dias bons, com muito sol e sem chuva. Normalmente, as crianças fazem um teru teru bozo, em dias de excursão escolar ou de piquenique. Se o pedido for atendido deve molhar a cabeça do boneco com saquê, mas caso não funcione deve cortar sua cabeça com uma tesoura. Tadinho =/
Dizem que esse costume surgiu por causa de um monge budista que ajudava os agricultores. Ele realizava preces para parar as fortes chuvas que sempre prejudicavam as plantações e as boas colheitas. Porém, um dia o monge não conseguiu trazer o sol prometido e por isso teve sua cabeça cortada. 
Ah! Se por acaso você ver um teru teru bozo de cabeça para baixo, não pense que foi uma criança descuidada. Isso significa que estão pedindo justamente o contrário, ou seja, a chuva. 
Fazer um teru teru bozo é muito fácil. Basta pegar uma toalha de cozinha, papel, tecido, algodão ou até aquelas bolinhas de isopor para preencher a cabeça do boneco. Depois, pegue um barbante para amarrar a cabeça, desenhe uma carinha feliz e pronto!
Agora, como praticidade é a palavra que define o Japão, porque vou perder meu tempo fazendo um teru teru bozo, se posso comprar um já pronto? Certo dia, ganhei esse presentinho do meu marido e achei muita graça!
Até mais,
Thais Fioruci

Referências:

8 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *