Okinawa

OKINAWA – PRAIAS E PARAÍSOS!


 <> AVISO: Esse post terá muitas fotos =)
Olá,
Lógico que quem vai à Okinawa está em busca de belas praias. E para falar a verdade, eu queria comprovar se realmente é tudo isso que falam. Mas, em qual delas ir primeiro? Qual é a melhor? É permitida a entrada de banhistas? Como chegar? Sim, surgiram várias dúvidas e nós (eu e meu marido) não tínhamos a menor idéia do que fazer!
Primeira dica: alugue um carro! Sem ele, não conseguirá chegar. São todas longes e de difícil acesso via transporte coletivo. Se você tem carteira de habilitação japonesa, alugar um foi super fácil. Acredite! Pensei que pediriam milhões de documentos por sermos estrangeiros ou que dificultariam, mas não. E até que saiu barato. Pagamos aproximadamente 8 mil ienes (exceto combustível) por dois dias. Ah, o GPS é super importante. Pergunte se o veiculo que está alugando acompanha um e em qual idioma (caso não entenda japonês). Bem, não sei se o Japão aceita a carteira internacional de trânsito, mas, se for um turista, acho mais fácil fechar um pacote com um resort.
Carrinho na mão, agora, vamos à praia! Mas qual? Pedimos um conselho para o dono da locadora de veículos que nos encaminhou para a Azama SunSun Beach em Chinen. A praia é magnífica! A areia branca e a água tem várias colorações. Tem instalações com chuveiro, armário, banheiro para cadeirantes, estacionamento e churrasqueiras. Um paraíso!
A segunda parada foi em Araha Beach em Chatan. Essa praia com 800 metros de comprimento é destinada à banhistas. É freqüentada mais por grupos locais, famílias e estrangeiros. Além de esportes e diversões aquáticas, oferece estacionamento, chuveiros, banheiros, salva-vidas durante o dia e armários. A praia faz parte do Araha Park que contém quadras de basquete, pista de cooper, playground, pista para ciclismo, mesas cobertas para piqueniques e quiosques com máquinas de bebidas.

Depois, fomos para a Sunset Beach. Uma praia bem urbana, já que fica próxima à American Village, um complexo comercial com restaurantes, lojas, cinemas e uma roda-gigante.É muito freqüentada pelos americanos que vivem na base militar, próxima dali. A praia tem cerca de 250 metros e está localizada em uma pequena baía artificial, tornando-se um belo lugar para ver o pôr do sol.Há instalações com chuveiros, armários e locais para a realização de churrascos.
 

American Village

O mais engraçado é que a praia, especificamente a Sunset Beach, tem horário para fechar! Já viu isso? Às 17h o salva-vidas avisa que encerrará suas atividades às 17h30min, ou seja, nesse horário todos deverão sair da água! Só no Japão mesmo!
As praias que permitem banhistas tinham uma espécie de contenção a partir de uma certa distância. Não sabia se era devido à profundidade ou à correnteza. Pesquisando, descobri que é para evitar as águas vivas! Existem avisos que orientam os banhistas para tomarem cuidado com as fortes correntes que podem puxá-los para o mar onde essas criaturas venenosas são comuns entre junho e outubro.
Depois, seguimos para Cape Zama em Yomitan. Nessa não fomos à praia porque o tempo já estava curto. Apenas paramos para visitar o farol e o Shinza gigante! Aqui também têm um zoológico, restaurante, estacionamento e locais para churrasco.   
Farol
Shinza gigante
Em Cape Manzamo, visitamos essa montanha, bem conhecida em Okinawa, por fazer o formato de uma tromba de elefante. O local é bem alto e venta bastante. Por isso, é bom tomar cuidado.  
E por último, o paraíso nos aguardava! A Emerald Beach, localizada dentro do Ocean Expo Park, em Motobu, foi escolhida como uma das “55 melhores praias do Japão” em maio de 1998 e foi novamente selecionada como uma das “88 melhores praias do Japão”, em maio de 2001 pelo Ministério do Meio Ambiente. E é a única onde a água foi aprovada com a classificação “AA”.  
A praia é dividida em três áreas menores com cerca de 150 metros de comprimento: uma reservada para a prática de jogos, uma para repouso e outra apenas para visualização. Estão disponíveis: chuveiros, armários, guarda-sóis, espreguiçadeiras, salva-vidas, sanitários, lojinha de souvenirs, lanchonete e estacionamento. Tem capacidade para 3.000 pessoas e é cuidadosamente supervisionada por seguranças.  
Na verdade, passamos por mais algumas praias, mas não conseguimos identificar o nome. E se realmente é tudo isso que falam … sim é. Okinawa é o paraíso e não vejo a hora de voltar!
Essa é uma praia que não sabia o nome
E você? O que achou? Deixe sua opinião nos comentários! 
E não esqueça de acessar o canal no Youtube para ver os vídeos de Okinawa! O link é http://www.youtube.com/blogperdidanojapao

Até a próxima,
Thais Fioruci
Referências:

26 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *