DicasDicas para turistasTurismo no JapãoViajando pelo Japão

PASMO E SUICA – CARTÕES QUE FACILITARÃO A SUA VIDA!


Olá queridos leitores,
Às vezes recebo emails, questionando o que é o Pasmo e o Suíca, e se eles substituem, no caso de turistas que virão ao Japão, o Japan Rail Pass. Achei intrigante a pergunta, pois normalmente quem utiliza esses cartões são pessoas que moram aqui, mas, claro, turistas também podem adquiri-los.
O Pasmo, o Suíca e muitos outros como o Kitaca, o Toica, o Manaca, o ICoca, o PiTaPa, enfim, são diversos nomes mas todos eles tem a mesma finalidade. Antigamente cada região do Japão tinha o seu respectivo cartão, por isso tantas siglas, mas há pouco tempo o governo facilitou a vida dos usuários unificando o sistema, ou seja, eu poderia usar o meu cartão ICoca (que é da região de Osaka/Kyoto, se não me engano), em Tokyo por exemplo. Esses cartões nada mais são que o Bilhete Único de São Paulo e outros tipos que já deve ter por ai.
Máquinas nas estações de trem que fazem a recarga dos cartões
Aqui, usamos muito no trajeto trabalho/escola/residência por facilitar e muito a nossa vida. É cobrado um valor mensal fixo para determinado trecho, dando um desconto para o usuário, ou seja, é mais barato utilizar o cartão.
Tá … mas você deve estar se perguntando, o que isso tudo tem a ver com os turistas que não vão trabalhar aqui. Pois é …. e daí que surge a super dica!
Já viu como compra-se um bilhete em uma estação de trem no Japão? Você tem que olhar no painel, localizar a estação onde está e depois achar a estação para onde quer ir. Isso tudo para descobrir o valor do trajeto (aqui a tarifa é cobrada por trechos como já expliquei nesse post) e então comprar o respectivo ticket. Só que … nada nessa vida é fácil, não é mesmo. O painel está todo em kanjis! Impossível saber o que está escrito, a não ser que seja fluente em japonês. Uma solução seria comprar o valor mínimo e depois fazer o reajuste do valor quando chegar na estação de destino. Mas isso levaria tempo. Tenho uma opção mais fácil.
Painel indicando as estações de trem e seus respectivos valores
Você pode comprar o Pasmo/Suíca nas máquinas de venda automática de bilhetes ou nos guichês nas estações, inserir uma carga em dinheiro e utilizá-lo sem preocupação nenhuma, de maneira rápida e fácil. Toda vez que for entrar e sair de uma estação de trem, deve encostá-lo no sensor indicado na catraca que mostrará o valor debitado e o saldo. O mais interessante é que o usuário pode utilizar o dinheiro contido no cartão para pagar suas compras nas lojas conveniadas e até mesmo nas máquinas de bebidas espalhadas pelas ruas. É muito prático!
O custo do cartão é de ¥ 500 que é reembolsado no momento da troca, mas muitos turistas acabam levando-o como recordação ou guardam para utilizá-lo em um possível retorno ao Japão. Ele não tem data para expirar.
E com ele, a tarifa de cada trecho é mais barata já que a companhia de trem não terá gastos com a impressão do bilhete e o papel. Por exemplo, se comprasse o bilhete para andar uma determinada estação sairia por ¥170 (valor sujeito à alteração), com o cartão custará ¥165. Pouco, mas no final de um dia ou de uma viagem, você terá economizado bastante.
ATENÇÃO >>> Quem virá com crianças o procedimento para a confecção do cartão é diferente. Como os pequenos de 6 à 12 anos pagam metade da tarifa, o responsável deverá se dirigir à cabine da estação (onde ficam os guardinhas, sempre próximo das catracas), mostrar os documentos da criança (no caso de estrangeiros à turismo pode ser o passaporte), para então o guarda confeccionar um cartão especial. Esse procedimento não poderá ser feito nas máquinas automáticas. Como muita gente pode ficar receosa por não saber falar japonês, é só dizer KODOMO NO PASUMO KADO O TSUKURITAI DESU. ONEGAISHIMASU. (Quero fazer um cartão Pasmo para criança, por favor.)

Abaixo segue um pequeno vídeo explicando como comprar nas máquinas das estações de trens. Esses cartões tbm são aceitos no metrô e alguns ônibus.

Espero que tenha ajudado!
Até mais,
Thais Fioruci

20 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *