Castelos do JapãoDicas para turistasHimejiTurismo no JapãoViajando pelo Japão

CASTELO DE HIMEJI – CASTELOS DO JAPÃO


Olá viajantes,
Continuando os posts sobre minha viagem à província de Hyogo. Claro que, era obrigatório minha presença no famoso castelo de Himeji.
O castelo de Himeji (姫路城, Himeji-jō), também conhecido como o castelo da garça devido ao seu exterior branco, é considerado juntamente com o Matsumoto-jo e com o Kumamoto-jo, um dos “Três mais Famosos Castelos” do Japão. 
Impressiona, não só por seu tamanho, mas também por sua beleza. Uma das mais antigas estruturas ainda existentes do Período Sengoku, é considerado um Tesouro Nacional do Japão e um Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO desde dezembro de 1993.
Ao contrário da maioria dos castelos japoneses, esse, por um milagre, nunca foi destruído por guerras, terremotos ou incêndios e sobrevive até hoje como um dos doze castelos originais ainda existentes no arquipélago. Passou por inúmeras reformas durante anos e foi reaberto ao público em março de 2015. Estive lá na reinauguracao e ele estava divino! O tom rosado das sakuras contribuiu imensamente para a alegria dos fotógrafos. Retornei agora em 2016, mas para minha tristeza, novamente um pequeno tapume estava lá. 
O Castelo de Himeji encontra-se em um ponto estratégico no caminho para a antiga capital de Kyoto. As primeiras fortificações construídas no local foram concluídas em 1400, e aumentadas ao longo dos séculos pelos vários clãs que governaram a região. O atual complexo foi concluído em 1609. É composto por mais de oitenta edifícios que são conectados por uma série de portas e caminhos sinuosos.
Imponente, ao final da avenida principal da cidade
Com certeza, deve constar esse passeio no seu roteiro turístico pelo Japão! O difícil é saber qual é o mais belo. Dos três castelos considerados mais famosos, visitei esse e o de Matsumoto. Falta apenas o de Kumamoto. Vamos lá!
Ficou com um gostinho de quero mais? Acompanhe os videos do passeio no canal do YouTube. É só clicar aqui. 

Obrigada por ler,
Abraços,
Thais Fioruci
Referência:

6 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *