MUSEU DA ESPADA JAPONESA – A BELEZA ESTÁ NOS DETALHES!


Olá queridos/as,
Você é uma pessoa que gosta de tudo relacionado ao universo dos samurais, ninjas e outros guerreiros? Também é apaixonado pela cultura japonesa? Então vai adorar essa sugestão de passeio!
Inaugurado em 1968, o Museu da Espada Japonesa, localizado em Tokyo, possui um acervo com mais de seis mil peças, sendo 30 delas consideradas Tesouro Nacional. São 190 espadas de períodos diferentes além de instrumentos históricos utilizados durante sua confecção, armadura e outros objetos. Na biblioteca, existem cerca de 1500 documentos sobre esse conhecimento tão peculiar da cultura nipônica.    
O comprimento, a largura e a curvatura da espada variam conforme o tipo de guerra para qual seriam utilizadas e o período em queforam produzidas. Eram feitas individualmente, ou seja, impossível encontrarmos duas idênticas. Os principais tipos eram:
– Tachi: Projetada para deferir golpes de baixo para cima. Possui uma lâmina superior a 60cm de comprimento. Era amarrada ao obi (aquela faixa utilizada para amarrar o kimono) com a base virada para baixo, por ser utilizada principalmente pela cavalaria. Foram produzidas do período Heian ao período Muromachi (século 11 ao 16);
– Katana: Fina com uma lâmina superior à 60 cm de comprimento e levemente encurvada. A katana era amarrada ao obi com a ponta afiada para cima, assim os samurais poderiam tirá-la e atacar o inimigo em um único movimento. Foram produzidas no final do período Muromachi (século 16) em diante.
– Wakizashi: Uma espada com lâmina entre 30cm e 60cm de comprimento. Era amarrada ao obi com a borda afiada para cima. Utilizada principalmente por comerciantes e artesãos, proibidos de portarem uma katana, e também para cometer o ritual do seppuku (suicídio para manter a honra de um samurai);
– Tanto: Geralmente comparada à uma faca ou punhal. Sua lâmina pode ser simples ou dupla, com um comprimento entre 15 e 30cm. Como a katana era amarrada ao obi com a ponta para cima. Também era conhecida como koshigatana.
Formato das espadas conforme o período

Processo de produção

Essas espadas eram itens valiosos e individuais. Todas têm uma beleza esplendida, rica em detalhes e com um acabamento muito superior ao tempo em que foram produzidas. O que mais me chamou a atenção foi a assinatura e uma espécie de frase inspiradora que eram esculpida em cada uma, identificando o seu dono. Algumas também tinham símbolos como serpentes, dragões e besouros muito bem desenhados ao longo da lâmina.
O museu disponibiliza informativos e traduções em inglês. No interior da galeria, não é permitido a utilização de celulares, filmagens, fotografias, beber, comer e fumar. Por essa razão, vou ficar devendo as fotos!
Filmamos um pouquinho da entrada, já que na sala principal não era permitido a captação de imagens =/
 
Até a próxima,
Thais Fioruci

Informações:
Horário: das 10h às 16h30 min (última entrada às 16h)
Fechado: às segundas-feiras
Entrada: Adultos 600 ienes; Membros/Estudantes: 300 ienes; crianças com menos de 15 anos: grátis
Acesso: 8 minutos à pé da estação Sangubashi da Linha Odakyu ou 7 minutos á pé da estação Hatsudai da Linha Keio-Shin-Sen.

The Japanese Sword Museum
4-2510 Yoyogi, Shibuya-ku Tokyo, japan 151-0053
Tel.: 03-3379-1386

6 comentários em “MUSEU DA ESPADA JAPONESA – A BELEZA ESTÁ NOS DETALHES!

  1. Quando disse sobre essa matéria ao meu marido ele já quis saber de tudo e avisou que será uma de nossas visitas na nossa próxima viagem.Espadas me lembra kill bill….aliás, você foi ao restaurante gompachi?Fiquei curiosa para saber dos preços de lá.

  2. Olá!!

    Que lugar fantástico. Não sabia que existia um museu só para as espadas japonesas, que graças ao post descobri que vão além da wakizashi (que já tinha ouvido anteriormente) e da katana (a famosa). xD

    Pena que não puderam mostrar fotos de dentro do local. Deve ser fascinante ler sobre isso…

    E o preço para entrar não é tão caro é?

    Até mais

  3. Olá!!!

    Apesar do acervo não ser grande, é uma coleção bem bonita e rica em detalhes. Parece que são todas originais, por isso tanto cuidado.

    Em relação ao preço, tá na média.

    Beijos
    Thais Fioruci

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *