KOMBINIS – AS LOJAS DE CONVENIÊNCIA DO JAPÃO


Oi pessoal,
Eles sempre estão ali, em qualquer lugar e em qualquer hora para te ajudar. Sim! São os kombinis (em japonês コンビニ), ou as famosas lojas de conveniência, abertas 24 horas por dia, durante os 7 dias da semana! 
Existem mais de 40 mil lojas de conveniência em todo o Japão. As redes mais conhecidas são o Seven Eleven, o Lawson e o Family Mart, mas, existem lojas menores como Circle K Sunkus, o MiniStop, Daily Yamazaki, Suriefu, entre outras. 
As lojas de conveniência vendem tudo o que você pode imaginar. Claro que os alimentos são o carro chefe. O cliente encontra uma grande variedade de obentos (refeições prontas), saladas, lanches, onigiris(bolinhos de arroz), sanduíches, pães, batatas fritas, lámens, doces, salgadinhos, oden e salgados típicos japoneses como frango frito, croqretes e nikuman. Ali tudo é muito conveniente. Você pode comprar um sanduíche e pedir para esquentar, por exemplo. Está com vontade de comer um lámen? É só preparar ali mesmo! No balcão tem garrafas com água quente.  
Daily Yamazaki
As lojas também vendem todos os tipos de bebidas quentes e frias, incluindo refrigerantes, cafés, chás, águas, bebidas esportivas, sucos, leites e vitaminas. Muitas lojas também vendem bebidas alcoólicas, incluindo cervejas, happoshu, chuhai, nihonshu, shochu e vinho.
Como no Japão tudo é muito prático, esses “mini supermercados” também disponibilizam produtos de higiene corporal, limpeza, cosméticos, baterias, CDs e fitas, guarda-chuvas, jornais, revistas e mangás.
Suriefu
 
Nas lojas de conveniência você também encontra terminais automatizados (o menu do usuário geralmente é em japonês) que oferecem diversos serviços como: ATM (caixas eletrônicos para transações bancárias); máquina copiadora e fax; compra de ingressos para eventos esportivos, shows, concertos, parques temáticos, entre outros; impressão de fotos digitais; pagamento de contas como telefone, água, luz, gás; serviços de entrega (em muitas lojas, é possível deixar ou pegar entregas (via takuhaibin), tais como encomendas ou bagagens); serviços postais como a venda de cartões postais e selos; compra de créditos para Skype; compra de cartões para sites como Amazon e Itunes.
Lawson
Como no Japão trabalhamos muito, os kombinis acabam fazendo parte do nosso cotidiano. Não temos muito tempo para ir aos supermercados, fazer compras e essas lojas sempre nos salvam. Quando saímos tarde do serviço, morrendo de fome, é mais fácil passar em um kombini e comprar uma refeição pronta, por exemplo. Em relação aos preços, geralmente são maiores se compararmos ao de um supermercado, mas a diferença não é tão grande como acontece no Brasil que chegam a cobrar o dobro do valor.
Seven Eleven
 
Ah … estamos sorteando dois mangás do Naruto na nossa Fanpage do Facebook. Veja como participar no link http://www.facebook.com/perdidanojapao
Abs
Thais Fioruci
Referências: http://www.japan-guide.com/e/e2071.html

19 comentários em “KOMBINIS – AS LOJAS DE CONVENIÊNCIA DO JAPÃO

  1. Tem lojas de conveniência de 100 yen, já viu?Tem de tudo um pouco, em porções reduzidas.
    As lojas de conveniência daqui ficam em postos de combustíveis, mas não tem nada de atrativo.Aliás, tem muita gente que estaciona os carros em frente para encher a cara,ouvir som alto, parece competição de quem vai ganhar o título do mais babaca.E depois, dirigem para casa,mesmo alcoolizados.

  2. Nossa, tenho dó é dos funcionários..deve ser uma exploração que nem é aqui no Mcdonalds kkkkkk poderia da uma exemplo de preço por Ex : Macarrão 300 ienes no mercano e nas lojas 400 ienes….alguma média ??? se nao for pedir muito claro !! só curioso !!!

  3. Ahh…eu tenho saudades de quando frequentava os Kombinis de Nagoya…!
    Realmente é algo bastante diferente do que temos aqui no Brasil. É um tipo de mercado tão presente na vida dos japoneses que acaba sendo presentes e frequentes na vida de estrangeiros que estão pelo Japão, tanto a trabalho, quanto a passeio, como foi o meu caso. Passei 2 meses no Japão…e não tem como lembrar daí sem me lembrar desses mini mercados coloridos e iluminados!! Bom demais…deu vontade de voltar!!

  4. O Japão não tem criminalidade como no Brasil,se aqui onde moro fosse tranquilo,com certeza o mercadinho da minha família tbm seria 24hr.

    Da raiva quando vc ta saindo de uma festa que termina tipo umas 4 da manha e não tem nenhum lugar pra comprar comida 🙁 daí a pessoa vai pra casa com fome.
    Thais um estrangeiro que fala japonês fluentemente tem chances de arrumar emprego facilmente ou ha alguma politica que impõe limites da onde se pode trabalhar?

    Bjo

  5. Olá!!

    Estou triste pelos posts que perdi!! =/

    Não era minha intenção viu? xD

    Já tinha lido/ouvido/visto falar dessas lojas de conveniência aí do Japão, mais não sabia que ela fazia tudo isso que você comentou. O_O

    Das lojas famosas que você citou, reconheci o nome de duas: Family Mart e Lawson, por causa de vocaloid. Sendo na Family Mart itens dos vocalois vendidos e pelo fato da Akikoloid-chan ser a vocaloid/mascote da Lawson. Pensei que ela fosse tipo uma Lojas Americanas do Japão, mais é muito diferente…. ou nem tanto..

    Até mais!!

    Estou participando do sorteio, torcendo para que eu ganho. Adoro a capa do volume 04 de Naruto.

  6. Oi Lee!

    Posso te dar um exemplo de uma garrafa de Coca-Cola de 500ml. No supermercado custa entre 88 e 98 ienes e no Kombini custa em torno de 150 ienes (com esse valor você consegue comprar uma de 1,5 litro no mercado)! Realmente, é uma exploração com os funcionários. A jornada de trabalho é de 6 horas e pagam pouco. Geralmente são estudantes.

    Abs
    Thais Fioruci

  7. Oi Da!!!

    Como os mercados aqui abrem tarde e fecham cedo (das 10h às 9h na maioria dos supermercados), só nos restam msm os kombinis!

    Tem kombinis, principalmente no Seven, que empregam estrangeiros que falem japones fluente. O problema msm é o salário, e na maioria dos casos, sao arubaitos, trabalhos temporários.

    Bj
    Thais Fioruci

  8. Olá Natalia!!

    Por isso que digo que os kombinis sempre nos salvam por aqui! Não é bem uma lojas Americanas, é como se fosse um mini mercado msm! Sim, o Family sempre tem produtos diversos da Vocaloid.

    Beijos
    Thais Fioruci

  9. em tempo: kombini corruptela de "convenience"~ combinience (em japonês não há o fonema V, va,ve,vi, vo,vu, q é substituído por B, ba,be,bi,bo,bu) Parabéns pelo blog, Taís. Soube através de comentários no da Taiga (tokyorio.com). Deixo de um outro jornalista, o Ewerton (nihonsugoi.blogspot.com), L>;

  10. Olá!

    Fico feliz por ter descoberto meu blog por outros sites. Não sabia que divulgavam tb e fico feliz, sinal que gostam do meu trabalho. Adorei suas sugestões e vou ler sim. O Ewerton eu já conheço, só não sabia que tinha um blog!

    Obrigada!
    Thais Fioruci

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *