MUSEU DA PROPAGANDA JAPONESA EM TOKYO


Olá,
Há tempos que eu queria visitar esse museu, mas, sabe como é, sempre deixo para depois, ou tenho “afazeres” mais importantes e vou deixando. Dessa vez, apareceu uma oportunidade e claro, estava lá. O Museu da Propaganda japonesa fica em Tokyo à 5 minutos andando da estação JR Shimbashi ou pela estação Shiodome do metro, no shopping Caretta Shiodome piso B1F.
É uma ótima opção de passeio barato, já que a entrada é gratuita, mas, na verdade, não sei se valerá muito a pena. Apesar de ter panfletos em inglês, a maioria das explicações e claro, as peças publicitárias estão em japonês. Muitos anúncios utilizam somente imagens óbvias, ficando fácil a compreensão. Afinal, os japoneses têm a exata noção de que o idioma deles é difícil e como muitos estrangeiros vivem aqui, atualmente placas, proibições e até propagandas utilizam sempre desenhos. Precisam vender e o cliente precisa entender a mensagem, independente da nacionalidade.
O museu funciona de terça à sexta das 11h às 18h, aos sábados e feriados das 11h às 16h30min. Domingos e segundas é fechado. Além de uma exposição de áudio visual, o local ainda mantém uma biblioteca de propaganda e marketing além de uma loja com vários produtos. Destaque para os cartões postais com imagens de propaganda japonesas antigas e que custam apenas 50 ienes. 
A exposição exibe a história e o desenvolvimento da publicidade no Japão. É dividida em sete seções que começa no final do período de Edo até os dias atuais. Paralelamente à essa seção, na parede oposta, sob o titulo Sociedade, vida e cultura do século 20”, ficam produtos populares, recortes de jornais e revistas, pecas publicitárias da sociedade moderna. Essa parte é bem interessante e tem até o layout da primeira página do Youtube e do Twitter. Alguém se lembra?
No passado, as propagandas eram praticamente pinturas que mais pareciam obras de artes. Quando o período Meiji começouem 1868, os novos meios de comunicação, como jornais e revistas, surgiram e com eles, novas práticas de publicidade também. Em 1964, com a competição olímpica sendo realizada em Tokyo, o número de famílias japonesas que possuíam aparelhos de televisão ultrapassava 90% Assim, veio a era dosquatro principais meios de comunicação: televisão, rádio, jornais e revistas. Logo, com o rápido crescimento econômico,uma nova sociedade do consumosurgiu.
Cartões postais vendidos na loja do museu
O que mais gostei do museu foi da exposição temporária que exibe os últimos trabalhos premiados em várias competiçõesde publicidade no Japão e no mundo e também da seção onde os visitantes podiam selecionar datas antigas e assistir os comerciais da época.
Ah … é proibido tira fotos ou filmar. Uma pena mesmo!
Espero que tenha gostado do post,

E não esqueça de se inscrever no nosso canal no Youtube e dar aquela curtida na nossa página do Facebook. Dúvidas ou sugestões de matérias, envie um email para perdidanojapao@hotmail.com
Thais Fioruci

Canal no Youtube: www.youtube.com/+perdidanojapaooficial
Canal do Marido no Youtube: www.youtube.com/naterradosushi
Facebook: www.facebook.com/perdidanojapao
Twitter: www.twitter.com/PerdidanoJapao
Twitter Pessoal: www.twitter.com/Thaisfioruci
Twitter Sakano: www.twitter.com/sakanosan
Instagran: http://instagram.com/thaisfioruci
Instagran Sakano: http://instagram.com/donsakano/
Referência:
http://www.admt.jp/en/index.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *